Publicidade

sábado, 30 de agosto de 2014 Diretores, Notícias | 23:46

Os Ramones pela ótica de Martin Scorsese

Compartilhe: Twitter

Música e cinema sempre extrapolaram em afinidade nos filmes de Martin Scorsese. Nos últimos anos, um dos diretores mais prestigiados de todos os tempos tem se permitido viajar pela história da música. De 2005 para cá, foram três documentários sobre ícones do rock, em particular, e da música, em geral. “No direction home” (2005) revistava vida e carreira de Bob Dylan; “Shine a light” (2008), invadia os bastidores de um show dos Rolling Stones; e “George Harrison: living in the material world” (2011) investigava as raízes e predileções do mais injustiçado dos Beatles. Agora, Scorsese mira na primeira banda de punk rock do mundo, os Ramones. O projeto ainda não teve seus detalhes revelados, mas a produção só deve começar no fim de 2015. Scorsese está envolvido com a produção de duas séries para a HBO e no filme “Silence”, sobre perseguição a padres jesuítas no Japão do século XVII, previsto para o ano que vem.

Para quem gosta de rock, e de Scorsese, é um projeto pelo qual esperar ansiosamente.

Scorsese leva um lero com Mick Jagger, entremeado pelo diretor de fotografia Robert Richardson, no set de "Shine a light"

Scorsese leva um lero com Mick Jagger, entremeados pelo diretor de
fotografia Robert Richardson, no set de “Shine a light”

Os Ramones, novo foco de Scorsese em sua mítica busca pela glória do rock ( Fotos: divulgação)

Os Ramones, novo foco de Scorsese em sua mítica busca pela glória do rock ( Fotos: divulgação)

Autor: Tags: , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 Kamila Azevedo 31/08/2014 20:17

    Bom, como você bem mesmo disse, Scorsese já se aventurou nesse gênero com Bob Dylan, Rolling Stones e George Harrison. O filme do Ramones deve ser tão bom quanto esses outros.

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios