Publicidade

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014 Análises, Filmes | 12:16

Globo de Ouro se mostra mais ousado do que de hábito, mas confirma polarização entre “Boyhood” e “Birdman”

Compartilhe: Twitter

A associação dos correspondentes estrangeiros baseados em Hollywood , que outorga o Globo de Ouro, tem a fama de ostentar certa ousadia na divisão de TV e de acolher certo conservadorismo e star power na seara do cinema.

Leia também: Filme “Birdman” e minissérie “Fargo” lideram indicações ao Globo de Ouro 2015

Para a premiação de 2015, no entanto, em parte pela proeminência do cinema independente e em parte por um processo de amadurecimento tangível na lista divulgada nesta quinta-feira, a associação emprestou a ousadia dispensada à TV para destacar os melhores do ano no cinema.

Justamente por isso produções como ‘Invencível”, “Interestelar” e “Sniper americano”, que dividiram a crítica, mas por serem movidos  star Power teriam vez nos Globos, acabaram preteridos por completo na premiação.

O destaque recai sobre “Birdman”, ou “Homem-pássaro”, como se chamará no Brasil. O filme que estreia em 22 de janeiro amealhou sete indicações e é o líder na disputa. Discutivelmente qualificado na divisão de comédia e musical, não deve ter problemas para ser o grande vencedor. A fita concorre com “Caminhos da floresta”, “O grande hotel Budapeste”, “Pride” (talvez a única surpresa realmente grande da lista) e “Santo vizinho”.

Alejandro González Iñárritu e Edward Norton no set de "Birdman": líder de indicações

Alejandro González Iñárritu e Edward Norton no set de “Birdman”: líder de indicações

“Boyhood” e “O jogo da imitação”, que estão no âmbito do drama, vêm logo em seguida com seis indicações cada. O primeiro, pela experiência estética e narrativa inovadora proposta por Richard Linklater – o favorito entre os diretores – deve prevalecer. Mas é bom olho vivo em “Selma”. O drama sobre o ativista dos direitos civis Martin Luther King “roubou” a vaga que seria de “Garota exemplar” e sua diretora, Ava DuVernay, é a primeira mulher negra a concorrer na categoria. Pode repetir o feito no Oscar. O filme recebeu menções, ainda, pelo trabalho do ator David Oyelowo e pela canção “Glory”, composta por John Legend.

“Garota exemplar”, como previsto pelo Cineclube, obteve uma presença sólida na premiação. Com indicações para direção, roteiro e trilha sonora.

Quem esperava nomeação dupla para Keira Knightley viu Julianne Moore brilhar nesta manhã. A atriz foi menciona tanto por seu trabalho no drama “Ainda Alice” como pela comédia de humor negro de David Cronenberg “Mapa para as estrelas”. Tem chances de vencer aí também.  O que representaria mais uma ousadia da HFPA.

A grande surpresa do anúncio dos indicados para o Globo de Ouro 2015 talvez seja o pouco espaço que a associação deu para contestações. É uma lista consistente, ousada e autêntica como poucos esperavam que poderia ser. Mas confirma a tendência de polarização da temporada entre “Birdman” e “Boyhood”.

Julianne Moore, em cena de "Mapa para as estrelas",  em alta na HFPA

Julianne Moore, em cena de “Mapa para as estrelas”, em alta na HFPA

Autor: Tags: , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 Hugo 12/12/2014 19:55

    Quem “roubou” a vaga de “Garota Exemplar” na categoria de melhor filme dramático foi “Foxcatcher”, tendo em vista que este não teve seu diretor, nem seu roteiro indicados. O filme de Bennett Miller foi lembrado apenas pelas atuações, ao contrário dos outros filmes da categoria principal, que obtiveram outras indicações.

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios