Publicidade

quinta-feira, 21 de abril de 2016 Análises, Filmes | 18:30

Bilheteria de “Batman vs Superman” confirma o Brasil como salva-vidas de filmes em perigo

Compartilhe: Twitter
Foto: divulgação

Foto: divulgação

A Warner anunciou com pompa na última terça-feira (19), que “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” já se tornou o quinto filme de maior bilheteria em todos os tempos no Brasil. Estatística que assegurou à produção dirigida por Zack Snyder o posto de maior bilheteria do ano até o momento no País, ultrapassando a saga bíblica da Record, “Os Dez Mandamentos”.

Trata-se de um momento agitado para o topo do ranking das maiores bilheterias do Brasil. “Star Wars: O Despertar da Força” e “Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros” são produções de 2015 que galgaram às primeiras posições da lista liderada por “Avatar” (2009).

A despeito deste momento de alta intensidade na disputa pelas primeiras posições do ranking de maiores bilheterias do País, um atestado da boa forma do mercado cinematográfico em linhas gerais, há alguns aspectos na performance de “Batman vs Superman” que merecem atenção.

O mercado brasileiro se mostrou um dos mais receptivos ao filme que antagoniza os dois heróis mais populares da DC Comics. Alvejado pela crítica, o filme da Warner depende do desempenho mercado internacional para se pagar e o desempenho para lá de positivo no Brasil é dos melhores cartões postais para o estúdio fora dos EUA.

Crítica: “Batman vs Superman” não supera o hype e deixa transparecer improvisos

O Brasil está se firmando como um mercado exótico, para fazer uso de um eufemismo, para produções hollywoodianas rejeitadas nos EUA. Os filmes mais recentes de Adam Slander e Vin Diesel, flops incontestes na Terra do tio Sam, estrearam em primeiro lugar por aqui e apresentaram boas carreiras comerciais nos cinemas do País.

É claro que soa forçado colocar filmes como “O Último Caçador de Bruxas” e “Pixels” na mesma toada de “Batman vs Superman”, mas o raciocino permanece intacto. O público brasileiro parece menos propenso a reagir à temperatura das críticas sobre um filme e ser mais suscetível ao star power de nomes como Diesel e Sandler, ou ao hype de produções como “Batman vs Superman” ou mesmo a estreia do fim de semana “O Caçador e a Rainha do Gelo”, que analistas da indústria apontam como candidato ao primeiro fracasso da temporada de blockbusters de 2016.

O desempenho de “Batman vs Superman” no País, mais acachapante do que em qualquer outro, ratifica a hipótese. O Brasil é o paraíso fiscal de quem anda perdendo dinheiro em outros territórios.

Autor: Tags: , ,

7 comentários | Comentar

  1. 57 Ulisses 24/04/2016 21:50

    Não entendi porque tanta crítica ao filme. O filme é bom, Ben Aflek faz grande interpretação do Batman, o Lex Luthor ao contrário do que a critica fala foi um dos melhores Lex de todos os tempos e a parte de ação é sensacional

    Responder
  2. 56 Cassius 23/04/2016 10:16

    Não sei pq a crítica massacrou tanto o filme, achei que é um ótimo filme, com cenas de ação empolgantes e personagens bem definidos. A parte em que a Mulher-Maravilha chega é inenarrável. O único desmérito é que o filme teve o peso de fazer a introdução de toda uma temática de universo de heróis e acabou ficando com algumas partes confusas, mas levando-se em conta que ele fez, com um filme, uma introdução que a Marvel levou quase 10 filmes para fazer, eu acho que ficou muuuito bom.

    Responder
  3. 55 Jhonatha 22/04/2016 9:30

    O povo é chato de mais… o Birdman é um filme bosta pra caramba e todo mundo elogiou… o filme Batman x Superman supre aquilo que veio fazer que foi entreter!!!

    Pra criticar tem que fazer melhor…

    Responder
  4. 54 Caique 22/04/2016 1:41

    Uma qualidade do brasileiro é que, se ele gosta ou odeia algo, ele tem que comprovar, tem que quebrar a cara, pra confirmar se é verdade ou não aquilo que dizem. MoS foi um ótimo filme, mesmo assim, foi massacrado pelas críticas, bem como Wachtmen. BvS não é uma obra prima, é morno, mas diverte (perderam a oportunidade de produzir algo épico).

    Responder
  5. 53 ANDRE 22/04/2016 1:15

    nao é só a industria cinematografica. em 2008, na crise mundial, a filial brasileira da GM que salvou a matriz americana de falir. graças ao custo brasil.

    Responder
  6. 52 sergio luiz 21/04/2016 23:55

    Esperar o quê de uma população que não sabe o que são livros, aumenta seu rebanho evangélico, idolatra um gângster na Presidência da Câmara em detrimento de uma mulher honesta, assiste a BBB e a Rede Globo,poucos sabem o que são museus ou conhecem e debatem sua própria história.Somos e seremos sempre aculturados pela BESTA do Norte.

    Responder
  7. 51 Zeca 21/04/2016 19:03

    Me lembro quando tibha 14 anos e ir ao cinema era coisa de barão… Como o Brasil mudou… 16 depois salvamos produções ruins.

    Responder
    • Edu 22/04/2016 6:01

      Agora entendi porque muitos brasileiros ainda esperneiam e teimam que Batman VS Superman é um “bom filme”.

      Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios