Publicidade

Posts com a Tag A origem

quinta-feira, 6 de novembro de 2014 Filmes, Listas | 17:16

Cinco filmes para assistir antes de “Interestelar”

Compartilhe: Twitter

Chegou nesta quinta-feira aos cinemas brasileiros, um dos filmes mais aguardados do ano. Mas antes de sair de casa para se impressionar com “Interestelar”, o espectador pode fazer um intensivão em ficção científica e assistir cinco filmes essenciais para uma melhor compreensão do novo e ambicioso projeto de Christopher Nolan.

 

“2001 – uma odisseia no espaço” (EUA, 1968)

Fotos: divulgação

Fotos: divulgação

Considerado por muitos como um dos melhores filmes de todos os tempos e por muitos outros a maior ficção científica da história. O próprio Nolan já admitiu ser a obra-prima de Kubrick uma referência vívida em “Interestelar”. A trama remete a uma viagem espacial a Júpiter para investigar um misterioso e enigmático monolito que está interferindo na órbita terrestre. Durante a viagem, o computador Hal 9000 sofre uma pane e começa a eliminar os tripulantes.

“Interestelar” reaproveita muitas das ideias ensejadas por “2001”, além de resgatar o espírito filosófico do filme de Stanley Kubrick.

 “A origem” (EUA, 2010)

A origem (11)

Até a chegada de “Interestelar”, essa ficção científica cascuda sobre sonhos e o poder transformador de uma ideia carregava o status de ser o filme mais ambicioso de Nolan.  Leonardo DiCaprio faz um especialista em roubar segredos do inconsciente durante o sono. Mas ele é contratado para implantar uma ideia, algo muito mais perigoso e minucioso. Rever o filme, ou assisti-lo pela primeira vez, é aconselhável para se familiarizar com a metodologia narrativa empregada por Nolan em filmes com uma carga teórica mais densa.

“Prometheus” (EUA, 2012)

Prometheus

Em 2089, dois cientistas reúnem indícios suficientes para justificar a um milionário à beira da morte uma viagem interestelar para investigar as possíveis origens da vida na Terra. Nesta prequela de “Alien- o oitavo passageiro” (1979) conduzida pelo mesmo Ridley Scott que levou o medo em estado bruto para o espaço, há muitas potencialidades narrativas jamais preenchidas, mas o aspecto visual é impressionante e há questões presentes em “Prometheus” que são aventadas no novo filme de Nolan.

“Contato” (EUA, 1997)

Contato

Assim como no mais recente filme de Nolan, nesta ficção científica portentosa de Robert Zemeckis, há fortes vestígios de feminilidade na narrativa. Além dessa característica, há a presença de Matthew McConaughey. Assim como em 1997,  o ator agora é alvo de grande boa vontade da crítica. Em 1997, ele vinha do sucesso “Tempo de matar” e se experimentava na ficção científica. Em 2014, “Interestelar” coroa a boa fase de McConaughey em um filme de franca ambição comercial após colher vários elogios da crítica.

Outra coincidência é a presença do físico Kip Thorne como consultor. Thorne atuou na função para a produção de “Contato” e reprisou o papel em “Interestelar”, filme que assim como o de 1997 vai além da Teoria da Relatividade.

 “Gravidade” (EUA, 2013)

Gravidade

Ok, você deve ter visto este filme recentemente. Afinal, a fita do mexicano Alfonso Cuarón foi uma das grandes sensações do ano passado nos cinemas do mundo todo. Mas a revisão se faz necessária para confrontar, não só os aspectos técnicos de ambos os filmes, mas as distintas visões e narrativas perpetradas por Nolan e Cuarón. Nolan, agudo, propõe o fim da humanidade, enquanto Cuarón versa sobre o risco iminente de morte de uma única pessoa. Enquanto o mexicano investe na simplicidade narrativa, o homem que revitalizou Batman no cinema aposta no complexo e hermético.

Autor: Tags: , , , , , ,