Publicidade

Posts com a Tag Carla Gugino

domingo, 7 de junho de 2015 Críticas, Filmes | 17:22

“Terremoto – a falha de San Andreas” é bom entretenimento e vale o ingresso

Compartilhe: Twitter

O cinema catástrofe, tão inconstante na agenda hollywoodiana, é o que mais ostensivamente recebe os clichês de gênero. Talvez por isso entre e saia do radar dos estúdios com certa assiduidade. Como se disso dependesse para se preservar minimamente interessante. Dirigido por Brad Peyton (“Viagem 2: a ilha misteriosa”) e orçado em U$ 110 milhões, “Terremoto – a falha de San Andreas” (San Andreas, EUA 2015) confirma essa impressão de clichês em profusão, mas ratifica, também, o potencial de entretenimento dos exemplares do gênero. Mesmo em uma era dominada por super-heróis, é difícil um filme ser tão divertido como esse. É um cálculo simples. Efeitos especiais hiperbólicos, mas convincentes, um astro carismático, uma tônica familiar difícil, mas passível de redenção, uma jovem estrela de beleza hipnótica e voilà: um filme catástrofe infalível sai do forno.

“Terremoto” segue essa receita à risca. Tal como em produções como “O dia depois do amanhã” (2004) e “Guerra dos mundos” (2005), um drama familiar move a ação em meio à destruição que se vê na tela. Dwayne “The Rock” Johnson é Ray, um ex-militar que atua como bombeiro na Califórnia. Ele está enfrentando um doloroso processo de divórcio e ainda não está plenamente recuperado da devastadora morte de sua filha mais nova. Quando o tal terremoto acontece, Ray se arrisca – e abandona seu trabalho – para resgatar a ex-mulher e sua filha em pontos distintos do Estado.

Terremoto - a falha de San Andreas (7)

The Rock e Carla Gugino em cena
(Foto: divulgação)

A cena inicial de “Terremoto”, um triunfo do CGI (imagens geradas por computador), já prega o espectador na cadeira com um dos momentos mais tensos da temporada de verão nos cinemas. Daí em diante, com pequenos respiros, o filme segue em um mesmo fôlego de ação (quase) ininterrupta.

“Terremoto – a falha de San Andreas” não é um filme que careça de maiores contextualizações ou análises, trata-se do que de melhor Hollywood tem a oferecer em matéria de parque de diversões na sala escura. Deixe-se levar por nossos medos mais primitivos, e impressionar-se pela devastadora força da natureza, mais uma vez no cinema. “Terremoto – a falha de San Andreas” vale muito o ingresso e mais ainda a pipoca. Aos iniciados, o filme ainda conta com Carla Gugino, ainda mais linda aos 43 anos de idade.

Autor: Tags: , , ,