Publicidade

Posts com a Tag Imovision

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017 Filmes, Notícias | 13:06

Vencedor do Urso de Ouro, “On Body and Soul”, será distribuído no Brasil pela Imovision

Compartilhe: Twitter
Cena do filme "On Body and Soul", vencedor do Festival de Berlim que já tem distribuição garantida no Brasil

Cena do filme “On Body and Soul”, vencedor do Festival de Berlim que já tem distribuição garantida no Brasil

O grande vencedor do Festival de Berlim em 2017,  “On Body and Soul” já tem distribuição garantida no Brasil. Ela ficará a cargo da Imovision.

On Body and Soul” é uma história de amor entre dois jovens introvertidos, que se comunicam através dos sonhos que compartilham todas as noites.

Leia mais: Entre falhas e acertos, “A 13ª Emenda” acena para América mais humanizada

Essa é a quinta vez nos últimos sete anos que a Imovision traz para o Brasil o vencedor de um dos festivais de cinema mais importantes do mundo. A distribuidora lançou nos cinemas o vencedor de 2016, “Fogo no Mar” de Gianfranco Rosi, que concorre ao Oscar de melhor documentário; em 2015 “Taxi Teerã” de Jafar Panahi; em 2013 “Instinto Materno” de Calin Peter Netzer e em 2011 o sucesso “A Separação” de Asghar Farhadi, vencedor também do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Outros dois longas da Imovision foram premiados no festival: “The Other Side of Hope” de Aki Kaurismäki, que relata com bom-humor o drama de um refugiado sírio que recebe a ajuda de um comerciante em Helsinki, levou o Urso de Prata de Melhor Diretor.

Leia mais: Documentário indicado ao Oscar, “Eu Não Sou Seu Negro” desnuda América racista

Una Mujer Fantástica” de Sebastián Lelio recebeu Urso de Prata de Melhor Roteiro, assinado por Lelio e Gonzalo Maza. O filme conta a história de Marina, uma mulher transexual que após a morte do seu parceiro, se vê diante da raiva e do preconceito da família dele. Ela luta por seu direito de sofrer – com a mesma energia ininterrupta que ela exibiu quando lutou para viver como uma mulher.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017 Atores, Filmes, Notícias | 20:30

Francês Édouard Baer vem ao Brasil promover seu novo filme

Compartilhe: Twitter
 Édouard Baer (Foto: divulgação)

Édouard Baer
(Foto: divulgação)

O ator e apresentador  Édouard Baer vem ao Brasil para apresentar o seu mais novo projeto, “Imprevistos de Uma Noite em Paris”, no qual assina a direção e o roteiro. O francês desembarca nesta quarta-feira (22) no País para prestigiar a premiere da produção que acontece no Reserva Cultural Niterói, no Rio de Janeiro, às 21h30.

Baer já trabalhou em mais de 40 filmes, apresentou 3 vezes o Prêmio César (considerado o Oscar do cinema francês) e 2 vezes o Festival de Cannes. Também escreveu, dirigiu e atuou em seu primeiro projeto como realizador “ La Bostella” e apresentou inúmeros programas de rádio e TV na França.

No longa, o personagem vivido por Édouard Baer tem uma noite para salvar seu teatro, um dos mais prestigiados de Paris. Nesse curto período, ele precisa encontrar um macaco ator, recuperar a confiança da sua equipe, o respeito de seu melhor amigo e provar para a sua jovem e confiante estagiaria que existe uma maneira diferente de resolver os (inúmeros) problemas: dando prioridade ao que você acha mais divertido.

Para completar o elenco, a musa do cinema francês Audrey Tautou (a inesquecível Amélie Poulin) e Sabrina Ouazani (O Passado).

Vale lembrar que o astro australiano Hugh Jackman também está no Brasil promovendo o filme “Logan”. O evento com Baer reunirá convidados da distribuidora do filme no Brasil, a Imovision, mas será aberto ao público. Confira o trailer abaixo o trailer da produção.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017 Filmes, Notícias | 18:12

Público brasileiro se rende ao premiado “Eu, Daniel Blake”

Compartilhe: Twitter
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Seguramente uma das melhores opções em cartaz nos cinemas brasileiros, o filme britânico “Eu, Daniel Blake” têm cativado o público brasileiro. Pelo menos é o que sugere esse vídeo com depoimentos coletados durante o primeiro fim de semana  de exibição em São Paulo do filme premiado com a Palma de Ouro em Cannes. “Mostra que não é só o Brasil que sofre com as dificuldades enfrentadas pelo trabalhador desempregado “, diz Julia Benedetti, que assistiu ao filme no Cine Caixa Belas Artes.

“Um dos filmes mais especiais  que eu vi ultimamente. Acho que todo gestor público deveria assistir”, salienta Mauricio Magalhães, frequentador do Espaço Itaú de Cinema da rua Augusta. “É um filme muito humano”, completa Rodrigo Guedes, que assistiu a produção no Reserva Cultural. “Acho que todo mundo devia ver para refletir sobre nosso papel na sociedade”.

Em “Eu, Daniel Blake”, o multipremiado Ken Loach narra a história de Daniel Blake (Dave Johns), que após sofrer um ataque cardíaco e ser afastado do trabalho por sua médica, tenta insistentemente conseguir o auxílio saúde a que tem direito. Leia a crítica do filme aqui.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 Atores, Filmes | 05:30

Gérard Depardieu vem ao Brasil para divulgar o drama “O Vale do Amor”

Compartilhe: Twitter

O polêmico e talentoso ator Gérard Depardieu virá ao Brasil para o lançamento nacional do filme “O Vale do Amor”. Será a primeira vez do francês no Brasil em 30 anos. Ele desembarca em 18 de setembro

Gérard Depardieu e Isabelle Huppert em cena de "O Vale do Amor" (Foto: divulgação)

Gérard Depardieu e Isabelle Huppert em cena de “O Vale do Amor”
(Foto: divulgação)

Por muito tempo Gérard Depardieu foi o rosto mais famoso do cinema francês. Surgiram Marion Cotillard, Vincent Cassel, entre outros, mas o astro francês continua exercendo um charme especial que os cariocas poderão conferir de muito perto no dia 18 de setembro. Isso porque Depardieu desembarca na cidade para prestigiar a premiere nacional de “O Vale do Amor”, filme que integrou a Semana da Crítica do Festival de Cannes 2015, e tem estreia agendada para 29 de setembro no País.

Leia mais: Verão americano de 2016 sugere ajuste de rota para estúdios de Hollywood

“O Vale do Amor” relata a historia de Isabelle, interpretada pela atriz Isabelle Huppert, e Gerard, interpretado por Gérard Depardieu, que perderam seu filho seis meses antes de os conhecermos.  Antes de morrer, ele deixa uma carta aos pais pedindo que vão ao seu encontro no “Vale da Morte”, na Califórnia. Os dois já estão separados e não se falam há mais de 35 anos, e, apesar do absurdo da situação, eles decidem cumprir o último desejo do filho.

Cinema: Diretor de “Aquarius” diz que decisão política tirou o filme do Oscar

Os atores lançando o filme em Cannes em 2015 (Foto: divulgação/Cannes)

Os atores lançando o filme em Cannes em 2015
(Foto: divulgação/Cannes)

De origem francesa e naturalizado russo, com mais de 140 filmes em seu currículo, o consagrado francês é um dos fortes nomes do cinema mundial, estreou no cinema ainda adolescente, com o curta-metragem “Le Beatnik et le Minet” (1965). Depois de atuar em pequenos papéis, popularizou-se com os filmes:  “Os Corações Loucos” (1974), “Cyrano” (1990) e “O Último Metrô” (1980) onde foi dirigido por ninguém menos que François Truffaut e contracenou com a atriz Catherine Deneuve. Por este filme ganhou seu primeiro César (o Oscar francês) de melhor ator. Além de hoje ser dono de um dos maiores títulos franceses, que é o de “Chevalier du Legion d´Honneur” (Cavaleiro da Legião da Honra), o astro é bastante reconhecido nos EUA, onde estrelou filmes como “Bem-vindo a Nova York” (2014), “Missão Babilônia” (2008) e “O Homem da Máscara de Ferro” (1998).

Nos anos 80 e 90, Depardieu se estabeleceu como um dos maiores atores de todo o mundo. Participando de filmes importantes com direção dos maiores e mais importantes diretores da época: Bernardo Bertolucci, André Téchiné, Bertrand Blier e François Truffaut.

Também é presença constante em grandes produções, como nos filme da franquia francesa “Asterix e Obelix”. Mais recentemente, o público pôde acompanhar Gérard Depardieu  na série da Netflix “Marseille”, uma versão francesa da badalada “House of Cards”.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2016 Filmes, Notícias | 19:38

Vencedor da Palma de Ouro, “Eu, Daniel Blake” já tem distribuição garantida no Brasil

Compartilhe: Twitter
Foto: divulgação

Foto: divulgação

O grande vencedor da Palma de Ouro no festival em 2016, “Eu, Daniel Blake”, de Ken Loach, já tem distribuição garantida no Brasil. A Imovision vai lançar o filme no País. Competiu à empresa o lançamento das últimas duas produções do cineasta britânico por aqui: “A Parte dos Anjos” (2012) e “Jimmy´s Hall” (2014).

Fato inédito no mercado cinematográfico brasileiro, essa é a primeira vez que uma distribuidora têm em seu lineup os três filmes vencedores em sequência dos três principais festivais de cinema internacionais. “Desde Allá” dirigido por Lorenzo Vigas Castes  foi o vencedor do Leão de Ouro no último Festival de Veneza, “Fogo no Mar” do italiano Gianfranco Rosi levou o Urso de Ouro no Festival de Berlim em fevereiro, e agora, “Eu, Daniel Blake”.

Leia também: Júri toma partido de filmes repudiados pela crítica e polemiza com prêmios em Cannes

Conhecido por abordar temas sociais em seus filmes, Ken Loach já ganhou três vezes o Prêmio do Júri no Festival de Cannes com “Agenda  Secreta” (1990), “Chuva de Prata” (1993) e “Terra e Liberdade” (1995), mas sua consagração como diretor veio em 2006 com a Palma de Ouro por “Ventos da Liberdade”.

“Eu, Daniel Blake” relata a historia de um homem, que após  sofrer um ataque cardíaco e ser desaconselhado pelos médicos a retornar ao trabalho,  e busca receber os benefícios concedidos pelo governo a todos que estão nesta situação. Entretanto, ele esbarra na extrema burocracia instalada pelo sistema, amplificada pelo fato dele ser um analfabeto digital. Numa de suas várias idas a departamentos governamentais, ele conhece Katie, a mãe solteira de duas crianças, que se mudou recentemente para a cidade e também não possui condições financeiras para se manter.

A Imovision garantiu em seu catálogo outras produções que passaram por mostras paralelas de Cannes, como o novo filme do japonês Kore-eda Hirokazu, “After the Storm”.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 9 de março de 2016 Filmes, Notícias | 23:28

“A Linguagem do Coração” ganha sessão especial em São Paulo para religiosos

Compartilhe: Twitter
Cena do filme "A Linguagem do Coração" (Divulgação)

Cena do filme “A Linguagem do Coração”
(Divulgação)

A distribuidora Imovision resolveu fazer uma cabine de imprensa especial para um grupo de religiosos para promover o lançamento do filme “A Linguagem do Coração” que estreia nacionalmente no dia 17 de março nos cinemas. O filme conta a historia de Marie Heurtin uma menina que nasceu cega e surda e, por suas limitações, vive em um mundo próprio, sem se comunicar com as pessoas ao seu redor. Incapaz de lidar com o comportamento violento da filha, o pai de Marie a interna no famoso Instituto Larnay. É lá que a menina conhece a irmã Marie Marguerite, uma jovem freira que a adota como uma filha. Armada de sua fé, a irmã Marguerite vai trabalhar incansavelmente para tirar Marie de seu solitário e silencioso universo lhe dando muito carinho e atenção. O filme é baseado em uma história real.

A atriz Isabelle Carré que  já havia trabalhado com o diretor no filme “Românticos Anônimos” (2010)  é quem interpreta  a irmã Marguerite e  a personagem Marie é  interpretada pela novata atriz  Ariana Rivoire, surda de nascença e foi descoberta pelo cineasta Jean-Pierre Améris  em sua escola.

A exibição do filme para a imprensa foi realizada na manhã de terça-feira, 8 de março, na Reserva Cultural com a participação de  importantes  veículos de imprensa, da SIGNIS Brasil (entidade que congrega as emissoras católicas), algumas religiosas e do Padre Denilson Geraldo,  como o porta voz da Arquidiocese de São Paulo ao lado da Ir. Natividade Pereira, pertence à Congregação das Irmãs Paulinas.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016 Notícias | 19:22

Cinema paulistano fará sessão especial do premiado “White God”, que estreia nesta quinta-feira (25)

Compartilhe: Twitter
Foto: Imovision

Foto: Imovision

Indicado da Hungria para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2015, “White God” conta a história de uma menina de 13 anos em uma busca incansável por seu cachorro Hagen, abandonado nas ruas de Budapeste por seu pai. Nas ruas, Hagen é encontrado por um adestrador de brigas de rinhas que o tortura para se transformar em um cão violento e vencer os outros animais. Após sofrer maus tratos, Hagen consegue fugir do canil com ouros cães, desencadeando uma revolta animal contra os seres humanos, em uma sociedade que não tolera os animais domésticos.

O filme venceu a mostra Um Certo Olhar do festival de Cannes no ano passado. Buddy, o cachorro que interpreta Hagen, recebeu a Palm Dog. Um prêmio que existe desde 2001, destinados ao melhor ator canino dos filmes da Seleção Oficial do Festival.

O filme será lançado nesta quinta-feira (25) nos cinemas brasileiros. Para o lançamento em São Paulo, a Imovision, distribuidora do longa, fechou uma parceria com a Matilha Cultural para mimar os cinéfilos que amam seus pets. Uma sessão especial do filme vai acontecer no sábado (27)  às  16 :00, e a presença dos cães é liberada. Isso porque a Matilha Cultural é um espaço dog friendly. 

O endereço é Rua Rêgo Freitas, 542, no Centro de São Paulo.

 

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 26 de janeiro de 2016 Diretores, Notícias | 19:09

Cinema em São Paulo presta homenagem a Ettore Scola com exibição especial de seu último filme

Compartilhe: Twitter
Cena do filme "Que Estranho Chamar-se Federico": fluxo de homenagens ao cinema italiano (Foto: Divulgação)

Cena do filme “Que Estranho Chamar-se Federico”: fluxo de homenagens ao cinema italiano
(Foto: Divulgação)

Ettore Scola deixa saudades. A morte do cineasta na última semana deixou um sentimento de orfandade em muitos cinéfilos que se viram cativados pelo neo-realismo italiano. Certamente um dos grandes autores que o cinema já conheceu, quis o destino que o último filme do cineasta fosse uma carta carinhosa a outro grande mestre italiano, Federico Fellini. É a vez de Scola ser homenageado e o cinema Reserva Cultural, localizado na imponente Avenida Paulista, em parceria com a distribuidora Imovision, vão exibir ao longo desta semana o filme “Que Estranho Chamar-se Federico”, sempre às 21h20.

A obra-prima do cineasta, que agora cresce em tamanho por ter sido selada como sua última, retrata vida e obra de Federico Fellini, seu amigo, colega jornalista e ícone do cinema italiano do pós-guerra. Com imagens de arquivo e uma retrospectiva desde a estreia de Fellini em 1939, como jovem designer, até seu quinto Oscar em 1993, o filme é feito de fragmentos, impressões e momentos reconstruídos através da imagem.

Autor: Tags: , , , ,