Publicidade

Posts com a Tag Jason Bourne

terça-feira, 26 de julho de 2016 Críticas, Filmes | 17:13

Filme para fãs, “Jason Bourne” abraça discussão sobre liberdade e vigilância na internet

Compartilhe: Twitter
Damon e Vikander em cena do filme (Foto: divulgação)

Damon e Vikander em cena do filme
(Foto: divulgação)

Há de ponderar sobre a necessidade de dar sequência à franquia Bourne no cinema, mas Hollywood sendo Hollywood destitui esse exercício de qualquer sentido. Os filmes protagonizados por Matt Damon, em especial os dois primeiros, recodificaram o cinema de ação, trazendo-o para o século XXI.

“O Legado Bourne” (2012) foi uma tentativa relativamente bem-sucedida de expandir esse universo. “Jason Bourne” (2016) sela o retorno de Damon e do cineasta Paul Greengrass à franquia e desconsidera quase que por completo o filme estrelado por Jeremy Renner.

Para todos os efeitos, “Jason Bourne” é um capricho para os fãs, que passaram cerca de oito anos clamando pelo retorno de Damon à série. Está tudo lá. O jeitão frio e cerebral de Bourne, o chefão da CIA implacável (Tommy Lee Jones), o assassino de poucas palavras no encalço do herói (Vincent Cassel), as lutas cruas mano a mano, a perseguição de carro no clímax, a câmara agitada e a montagem nervosa. Paul Greengrass está em território conhecido e “Jason Bourne” é um grande aceno aos fãs da trilogia original.

Fosse só isso, já estaria muito bom. Mas o filme vai além. Alicia Vikander, na pele da chefe da divisão de crimes cibernéticos da CIA, cria uma personagem já marcante na série. Com agenda própria, ela é a grande protagonista do filme, apesar da saudade que o público tem de Bourne.

Não obstante, “Jason Bourne” busca sua contemporaneidade ao frisar uma das grandes questões do mundo moderno em que a criptografia polariza um debate entre governos e grandes empresas.  Ao encampar um debate de um mundo pós-Snowden, “Jason Bourne” traz mais uma vez à superfície o que a série tem de melhor: ser um thriller de seu tempo.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 30 de junho de 2016 Filmes, Notícias | 19:42

Cinco filmes para ver em julho nos cinemas

Compartilhe: Twitter

O mês de julho costuma ser relacionado às férias escolares e há bons filmes na programação dos cinemas para atender a essa demanda. O Cineclube volta a apresentar mensalmente um guia para filtrar filmes para perfis diversos de público e que contemplem obras que mereçam ser descobertas, independentemente de gênero ou orçamento. A ideia é realizar uma curadoria para o leitor e cinéfilo. Vamos às opções deste mês.

 

“Procurando Dory”, de Andrew Stanton e Angus MacLane

(Já em cartaz)

Fotos: divulgação

Fotos: divulgação

A continuação do sucesso de 2003 é a principal estreia deste fim de semana nos cinemas brasileiros. “Procurando Nemo” valeu a Pixar seu primeiro Oscar na categoria de animação. Categoria esta que hoje domina e que deve ter “Procurando Dory” entre os indicados em 2017. O filme acompanha as desventuras da peixinha azul Dory, grande atração do filme original. Aqui ela tenta reencontrar sua família. Algo bem complicado já que ela sofre perda de memória recente. Com alguns flashbacks para mostrar a infância da personagem, o filme é o que se costuma chamar de uma graça.

“Julieta”, de Pedro Almodóvar

(Estreia em 7/07)

Julieta

O novo filme do cineasta espanhol, que tem um séquito de fãs numeroso no Brasil, chega depois de receber críticas divididas em Cannes. Trata-se de um melodrama característico de Almodóvar. Julieta (personagem vivida pelas atrizes Adriana Ugarte e Emma Suárez em diferentes fases da vida) é abandonada por sua filha e depois de passar por um tumultuado processo de luto se defronta com a possibilidade de tê-la de volta em sua vida. Essa premissa é o suficiente para Almodóvar tecer sua costumeira colcha de retalhos do universo do feminino e das complexidades entre mães e filhas, tudo com muita sensibilidade e sutileza.

“Dois Caras Legais”, de Shane Black

(Estreia em 21/07)

Dois caras legais

Shane Black é um dos caras mais inteligentes e bem-humorados em Hollywood. Mente por trás da franquia “Máquina Mortífera”, aqui ele faz uma nova contribuição ao subgênero “buddy movie” com Russell Crowe e Ryan Gosling como dois detetives para lá de atrapalhados, mas bem intencionados, que precisam investigar uma conspiração que envolve o assassinato de uma estrela pornô, a indústria automobilística e mais outras tantas idiossincrasias dos anos 70. É uma comédia de ação, com o pé no noir e com um colorido que vai te injetar uma vibe setentista na veia.

“De Longe te Observo”, de Lorenzo Vigas Castes

(Estreia em 21/07)

De Longe te observo

O último vencedor do Leão de Ouro em Veneza finalmente chega aos cinemas brasileiros. Primeira produção venezuelana a triunfar no lido, “De Longe te Observo” aborda a homossexualidade de uma perspectiva totalmente original. Armando costuma pagar rapazes para que o acompanhem até sua casa onde ele se masturbe diante da nudez deles. Quando um garoto líder de uma gangue local aceita o convite, a vida dos dois muda radicalmente.

“Jason Bourne”, de Paul Greengrass

(Estreia em 28/07)

Jason Bourne

Ele está de volta e se lembra de tudo, brada o slogan de “Jason Bourne”, quinto filme da franquia e o quarto com Matt Damon como protagonista. Paul Greengrass, diretor do segundo e do terceiro, que ajudou a redefinir o cinema de ação no século XXI, também retorna.

O elenco é full star e conta com Tommy Lee Jones e Vincent Cassell. Em um ano com confrontos de heróis na tela grande, este filme tem tudo para ser o filme de ação do ano.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 15 de junho de 2016 Filmes, Notícias | 22:17

“Jason Bourne” ganha cartaz nacional e featurette bombástico sobre o passado do personagem

Compartilhe: Twitter

BourneFaltando pouco mais de um mês para a estreia de “Jason Bourne” , que marca o retorno de Matt Damon à franquia, a Universal divulgou o cartaz nacional do filme e liberou um featurette que explica como Bourne se alistou para a CIA e deixa claro toda a raiva que o agente experimenta ao descobrir que foi manipulado desde o princípio e que a agência pode estar por trás até mesmo da morte de seu pai.

Com direção de Paul Greengrass, responsável por “Supremacia Bourne” e “O Ultimato Bourne”, o longa contará novamente com a participação da atriz Julia Stiles, em um elenco que conta ainda com Tommy Lee Jones e Vincent Cassel.

A estreia está agendada para o dia 28 de julho.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 21 de abril de 2016 Filmes, Notícias | 19:15

Matt Damon está de volta e quer vingança no primeiro e empolgante trailer de “Jason Bourne”

Compartilhe: Twitter

Bourne 222Certamente “Jason Bourne” é um dos filmes mais aguardados de 2016 e já dá para dizer que este trailer liberado nesta quinta-feira (21) já é dos melhores do ano. Matt Damon está de volta à pele do agente desmemoriado que, neste quinto filme, se lembra de tudo e volta ao radar da CIA para tirar todo o passado a limpo. É um mundo pós-Snowden e toda a discussão sobre inteligência e espionagem foram atualizadas. É de se imaginar, e há uma menção ao ex-agente da NSA logo no início do trailer, que o filme de Paul Greengrass absorva isso.

Junto com o trailer, o cineasta liberou à imprensa um comunicado sobre o porquê de Bourne cativar tanto o público. “Jason Bourne não é um super-herói; ele não veste uma capa ou uma máscara. Ele não é esse tipo de cara. Ele é um homem comum. Acho que quando as pessoas assistem ao Jason Bourne, elas imaginam como reagiriam nas mesmas situações e circunstâncias, e quando você o vê elaborando e executando um plano, isso é incrivelmente empolgante”.

Como é habitual na franquia que chega agora ao quinto filme, o elenco é puro refinamento. Além do retorno de Julia Stiles, há as presenças dos oscarizados Alicia Vikander e Tommy Lee Jones, além do francês Vicent Cassel no encalço de Bourne.

A produção da Universal Pictures chega aos cinemas brasileiros em 28 de julho.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016 Notícias | 14:01

Primeiro teaser de “Jason Bourne” provoca com reaparição de protagonista na franquia

Compartilhe: Twitter

BourneCom lançamento previsto para julho deste ano, “Jason Bourne”, como o quinto filme da franquia – o quarto com Matt Damon como protagonista – é chamado, teve seu primeiro teaser divulgado nesta semana. A prévia pouco revela, mas mostra o suficientemente para intuir que Bourne está em busca de reparação pelos maus feitos com ele enquanto esteve sob poder da CIA. “Eu lembro de tudo”, diz um raivoso Bourne que ouve de sua interlocutora que “lembrar de tudo não quer dizer que ele saiba de tudo”.

Com Paul Greengrass, de “A Supremacia Bourne” e “O Ultimato Bourne”, na direção, o quinto filme da franquia tem um elenco recheado com nomes como Alicia Vikander, Julia Stiles, Tommy Lee Jones e Vincent Cassel.

Recentemente, Matt Damon, que concorre ao Oscar de melhor ator neste ano por seu trabalho em “Perdido em Marte”, deu uma entrevista em que falou sobre como reencontraremos o personagem. “É o complemento da jornada começada em ‘A Identidade Bourne’. Parece a conclusão da trajetória, mas não estamos dizendo que é uma conclusão, entende?”, diz o ator.

À revista Entertainment Weekly, o ator disse que Bourne estará em um lugar sombrio no novo filme. Torturado emocional e fisicamente. “Ele ainda está remoendo tudo aquilo que aconteceu com ele”.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 5 de maio de 2014 Bastidores | 20:36

Matt Damon como Jason Bourne novamente? É muito possível!

Compartilhe: Twitter
O diretor Paul Greengrass e Matt Damon no set de "O ultimato Bourne"  (Foto: divulgação)

O diretor Paul Greengrass e Matt Damon no set de “O ultimato Bourne” (Foto: divulgação)

“Se algum dos telespectadores tiver uma boa história, por favor, submeta-a à Universal”. A frase foi dita pelo ator Matt Damon durante um programa matinal na tv americana nesta segunda-feira, o CNBC. Ele se referia à possibilidade de voltar a viver o espião Jason Bourne no cinema. Damon reiterou que só volta à franquia que redefiniu o cinema de ação se o roteiro for bom e o diretor for Paul Greengrass, o homem por trás de “A supremacia Bourne” (2004) e “O ultimato Bourne” (2007).

O ator disse que segue aberto a voltar à franquia, mas dá a entender que não vai abrir mão de suas condições. De qualquer modo, a fala de Damon em um momento que ele precisa emplacar um sucesso de bilheteria é a senha para o estúdio, que já havia anunciado o interesse em realizar um quinto filme, reinstaurar a rodada de negociações. Paul Greengrass, que no ano passado fez “Capitão Phillips” e amealhou seis indicações ao Oscar, segue sem projetos em vista. Pode ser daqueles casos em que sai todo mundo ganhando.

Autor: Tags: , , ,