Publicidade

Posts com a Tag Peter Dinklage

quinta-feira, 19 de junho de 2014 Atores | 06:00

Peter Dinklage, o trono já é dele…

Compartilhe: Twitter
O ator Peter Dinklage, fotografado pela New York Times Magazine

O ator Peter Dinklage, fotografado pela New York Times Magazine

Com o êxito de “Game of Thrones”, produção da HBO que serializa a saga literária criada por George R. R. Martin, “As crônicas de gelo e fogo”, o americano Peter Dinklage virou uma mania entre os fãs da série. É difícil imaginar que o sucesso da produção continue a prosperar se seu personagem, banhado em ironia e perspicácia, faltar à narrativa. O que poucos sabem é que Dinklage, que completou 45 anos no último dia 11 de junho, já era um ator de fibra e talento muito antes de Tyrion Lannister (seu personagem na série) cruzar seu caminho.

Obviamente, por ser anão, Dinklage se via confinado a estereótipos ainda mais irritantes do que aqueles que os atores latinos costumam reclamar em Hollywood. Entre uma grande atuação e outra no cinema independente, Dinklage se via na necessidade de estrelar “Um duende em Nova York” (2003) e “As crônicas de Nárnia: príncipe Caspian (2008)”. Foi este último trabalho, ironicamente, que o colocou na rota de “Game of thrones”, que para todos os efeitos alteraria os rumos de sua carreira, lhe outorgando a maior das glórias para um intérprete de sua estatura: reconhecimento.

Em “O agente da estação” (2003), trabalho que lhe rendeu indicações a prêmios como o SAG (sindicato dos atores), Dinklage faz um homem com nanismo que decide viver recluso em uma estação de trem. Mas a vida, essa insubordinada, parece ter outros planos para ele. O filme é tocante e revela o quão extraordinário, com o devido material, Dinklage pode ser.

Papéis coadjuvantes em filmes diversos como “Penelope” (2006), “Sob suspeita” (2006) e “Morte no funeral” (2010) reforçavam a percepção de que ali estava um ator cujo talento pulsava mais forte do que estúdios e produtores percebiam.  Estes dias, felizmente, ficaram no passado.

Na esteira do sucesso de “Game of Thrones”, não tem faltado trabalho a Dinklage. Entre 2013 e 2015, são oito filmes para cinema. Tudo desenvolvido em paralelo com seu trabalho na série da HBO. Bryan Singer o convidou pessoalmente para ter papel central na nova aventura mutante, “X-men: dias de um futuro esquecido”, em cartaz nos cinemas. Os protagonismos começam a aparecer e as histórias deixam de girar em torno de um homem que é anão.

Além de “Game of Thrones” e do cinema, o ator tem se dedicado ao teatro. Já chegou a interpretar, com efusivos elogios, Ricardo III em montagem da famosa peça de William Shakespeare.

A New York Times Magazine certa vez escreveu: “Peter Dinklage é um dos poucos atores a transformar tv em arte”.  Não há muito o que falar além disso.

Autor: Tags: